O DILEMA DA SUCESSÃO NA EMPRESA FAMILIAR - Cepecaf

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

(16) 3209-7259 | (16) 99975-0502
Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

Blog

O DILEMA DA SUCESSÃO NA EMPRESA FAMILIAR

Para o fundador de uma empresa familiar é algo muito óbvio ver seus herdeiros como os seus sucessores naturais na gestão do negócio que eles criaram. Mas sabemos que na prática as coisas não acontecem desta forma: estudos apontam que apenas 30% das empresas bem-sucedidas sob a gestão de seu fundador passam para a segunda geração e, deste percentual, apenas 50% conseguem chegar à terceira.

Estatísticas alarmantes, não?

O fato é que, embora o fundador tenha expectativas altas em relação à sucessão no âmbito familiar, o processo é normalmente negligenciado ao longo do ciclo de vida de uma empresa familiar.
Ninguém dá muita importância até que a sucessão aconteça subitamente pelo falecimento ou afastamento involuntário do fundador, causando danos emocionais, empresariais e patrimoniais.

Um processo sucessório mal executado compromete desempenho e a competitividade da organização familiar, podendo leva-la à perda de lucratividade e até mesmo à falência.

Dentre os erros considerados “clássicos” destacam-se o nepotismo e a inexistência de um planejamento sucessório adequado.

No primeiro caso, é muito comum ver herdeiros e/ou familiares despreparados tecnicamente sendo designados para assumir funções gerenciais. Essas pessoas são, normalmente, escolhidas por “serem de confiança”, mas não possuem os conhecimentos necessários para a tomada de decisões racionais e eficientes, nem as habilidades interpessoais necessárias para exercerem uma liderança propositiva a fim de compelirem as pessoas a alcançarem os objetivos da empresa.

No segundo caso, a ausência e/ou a inadequação do planejamento de sucessão, acaba gerando diversos conflitos de interesses, enfraquecendo a estrutura societária, a hierarquia e os mecanismos formais de controle e abrindo espaço para a tomada de decisões voltadas ao atendimento de interesses pessoais de certos familiares e não para benefício da organização.

O processo de sucessão é complexo, não só porque implica na transferência de poder e, mas fundamentalmente porque envolve a implantação de um pacote de mudanças organizacionais que devem ser assimiladas pelos familiares e pelos empregados, fortalecendo a cultura da organização; devendo, portando, ser tratado com muita atenção e planejamento.

Gostou do texto? Curta!

O conteúdo foi útil? Compartilhe!

 

Compartilhe esse artigo

SOBRE O CEPECAF

O CEPECAF – Centro de Pesquisa e Capacitação da Empresa Familiar tem como propósito dar visibilidade a um tipo de organização de extrema importância econômica e relevância social em nível mundial: a empresa familiar.

O CEPECAF nasceu na FCAV-UNESP, campus Jaboticabal – SP, sob a coordenação geral da Profa. Dra. Lesley Carina do Lago Attadia Galli, docente e pesquisadora da instituição. Atualmente, o grupo vem ampliando sua abrangência, englobando estudantes e pesquisadores de outras universidades brasileiras e do exterior.

A presença do CEPECAF em uma plataforma digital é uma conquista muito importante na medida em que aproxima ainda mais o grupo da comunidade, por meio da articulação de diferentes mecanismos de comunicação e interação junto ao nosso público-alvo.

Certificado pelo CNPq, o CEPECAF realiza diversas de atividades de ensino, pesquisa e extensão, esperando contribuir de maneira efetiva para o desenvolvimento e sustentabilidade das empresas familiares.

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar


Endereço

UNESP
Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV - campus Jaboticabal
Departamento de Economia, Administração e Educação - DEAE

Telefone

(16) 3209-7259

(16) 99975-0502

Email

contato@cepecaf.com.br