Planejamento de um novo empreendimento: por onde começar? - Cepecaf

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

(16) 3209-7259 | (16) 99975-0502
Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

Blog

Planejamento de um novo empreendimento: por onde começar?

É hora de iniciar o planejamento do empreendimento: por onde começar?

Iniciamos o nosso planejamento se identificando, de fato, o que temos de pontos fortes e fracos (fatores internos, aos quais temos controle). Depois, avaliamos as oportunidades e ameaças do meio (os quais não temos controle, são “dados” – isso é, nos cabe aceitar, aproveitar as suas potencialidades e buscar minimizar efeitos deletérios de fatores externos incontroláveis, como, por exemplo, aumento do desemprego).

Esse processo de chama “Análise SWOT” (do inglês “strenghts” – força, “weakness” – fraqueza, “opportunities” – oportunidades e “threats” – ameaças).

Essa análise nos serve para, em linhas gerais, sabermos qual é a nossa situação atual. A partir do conhecimento real de nossa situação atual, podemos planejar um futuro.

Mas… para quê planejar? Não dá para simplesmente abrir um negócio que pareça ser interessante, e pronto?

Não, na verdade. A abertura de qualquer empreendimento vai te custar tempo e dinheiro, que podem ou não ser alocados da melhor forma possível. Segundo dados do SEBRAE (2018), 1 em 4 empresas encerram atividades antes de completar 2 anos. A principal causa apontada é a falta de planejamento.

Além disso, o mercado é cada vez mais seletivo. Se iniciar um negócio sem elementos que o diferenciem da concorrência e sem conhecer direito o seu consumidor é uma insanidade, pessoal (só lembrando que, atualmente, a concorrência não é só local – também é mundial. Basta pensar, por exemplo, na compra de um tênis: podemos comprar no centro da cidade, nas lojas. Com uma amiga “sacoleira”. Pela internet. Dos Estados Unidos, pelo Ebay. Da China, pelo AliExpress).

Logo, é importante se perguntar – o que eu tenho de diferente? Porque o cliente compraria algo de mim, e não do concorrente?

Para isso, planejamentos.

A primeira etapa do planejamento, como visto, é a realização de uma pesquisa de mercado. Depois, realizamos uma análise SWOT. Então, estabelecemos um planejamento mais robusto.

Este planejamento tem a ver tanto com o seu desejo de empreender… como também, com sonhos.

Sim, sonhos. O que você espera obter com a abertura de seu empreendimento?

As respostas mais óbvias são:

  • “Quero ficar rico”
  • “Não quero mais obedecer um patrão”
  • “Não estou conseguindo me recolocar no mercado de trabalho, então posso montar um negócio”.

São motivos válidos? Claro que são!

Mas não são grandes motivadores no longo prazo.

O que quero dizer é: além de se ter um objetivo pontual, precisamos pensar no que queremos para o futuro do empreendimento. Por exemplo, suponhamos que queiramos realmente abrir uma loja que vende tênis. Um sonho, se considerando este objetivo, seria:

“Vou abrir a loja de tênis mais atualizada às tendências de mercado e com clientes mais satisfeitos do Brasil”.

Veja: um sonho precisa ser detalhado. Não é suficiente dizer “quero abrir a melhor loja de tênis do mercado”. Antes, se pergunte: o que preciso fazer para que meu sonho (objetivo) seja realizado de forma bem-sucedida?

Ao especificarmos um sonho, estamos criando uma visão. Uma visão, antes de mais nada, é  um estágio futuro pretendido pela abertura de um empreendimento. Serve para, quando você estiver “perdido”, você se relocalizar e ser capaz de se nortear novamente. Uma visão empresarial dá sentido às ações do empreendedor e de todos os que irão o ajudar a consolidar essa visão em uma realidade.

Porém, como todos sabemos, só sonhar não leva a nada, certo?

Por isso, precisamos de alguma forma de concretizar esse sonho. Essa é a função da chamada “missão corporativa” – ou seja, como chegaremos lá? Para que abrir essa loja?

Uma missão esclarece bem o propósito da empresa, dando detalhamento das diferentes técnicas a serem utilizadas para que a empresa seja bem-sucedida no cumprimento de seu sonho. Por exemplo:

“Abrir a loja de tênis mais atualizada às tendências de mercado, com produtos com preço competitivo e design diferenciado, que venham a realizar as necessidades de meus clientes ávidos por conforto e estilo. Por meio disso, espero me tornar uma referência no mercado nos próximos 5 anos”.

Você observou como a missão te dá um direcionamento? Por meio do exemplo anterior, vimos que, para o empreendedor que quer abrir a loja de tênis mais atualizada às tendências de mercado e com clientes mais satisfeitos do Brasil, será preciso:

  1. produtos com preço competitivo e design diferenciado
  2. realizar as necessidades de meus clientes ávidos por conforto e estilo

Viram? Sem mais foco, o empreendimento aberto pode ser tornar “mais um” no mercado.

A abertura de um empreendimento envolve um número de riscos muito grande (perda de dinheiro, stress, sobrecarga de trabalho). Os retornos, quando positivos, são imensamente recompensadores, mas, para que existam retornos, é crucial que você saiba direcionar suas ações para um futuro desejável.

Lembre-se: para um empreendimento, a pior forma de planejamento é a do tipo “deixa a vida me levar”. Sem planejamento, não conseguimos criar diferenciais sustentáveis. Não conseguimos nos diferenciar da concorrência de forma consistente. Enfim, não estamos, de fato, utilizando todo o potencial criativo que possuímos para construir empreendimentos sustentáveis e que venham a, além de satisfazer nossos próprios interesses, trazer diferenciais no mercado.

Vocês já pensaram nesses assuntos? Caso não, vamos refletir. Algumas perguntas norteadoras:

  • Quem é meu consumidor?
  • Qual é o cenário no qual atuo hoje?
  • O que quero, afinal, com meu empreendimento.

Lembre-se: o planejamento adequado nos ajuda a conseguir maior sucesso.

 

Gostou do texto? Curta!

O conteúdo foi útil? Compartilhe.

 

Compartilhe esse artigo

SOBRE O CEPECAF

O CEPECAF – Centro de Pesquisa e Capacitação da Empresa Familiar tem como propósito dar visibilidade a um tipo de organização de extrema importância econômica e relevância social em nível mundial: a empresa familiar.

O CEPECAF nasceu na FCAV-UNESP, campus Jaboticabal – SP, sob a coordenação geral da Profa. Dra. Lesley Carina do Lago Attadia Galli, docente e pesquisadora da instituição. Atualmente, o grupo vem ampliando sua abrangência, englobando estudantes e pesquisadores de outras universidades brasileiras e do exterior.

A presença do CEPECAF em uma plataforma digital é uma conquista muito importante na medida em que aproxima ainda mais o grupo da comunidade, por meio da articulação de diferentes mecanismos de comunicação e interação junto ao nosso público-alvo.

Certificado pelo CNPq, o CEPECAF realiza diversas de atividades de ensino, pesquisa e extensão, esperando contribuir de maneira efetiva para o desenvolvimento e sustentabilidade das empresas familiares.

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar


Endereço

UNESP
Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV - campus Jaboticabal
Departamento de Economia, Administração e Educação - DEAE

Telefone

(16) 3209-7259

(16) 99975-0502

Email

contato@cepecaf.com.br