Inovação em Micro e Pequenas Empresas familiares faz sentido? - Cepecaf

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

(16) 3209-7259 | (16) 99975-0502
Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar

Blog

Inovação em Micro e Pequenas Empresas familiares faz sentido?

Há inúmeros desafios para sobrevivência e o êxito de um negócio. Isso se torna ainda mais desafiador no caso das micro e pequenas empresa familiares. Oferecer um bom produto ou serviço, pagar os impostos e empregar pessoas, tal como argumentou o economista Milton Friedman, é suficientemente complicado em nosso país.

Numa pesquisa recente, constatou-se que mais de 90% dos micros e pequenos empresários imaginam que a inovação seja algo inacessível e caro. Além disso, 50% deles pensam que a inovação vai exigir muito esforço de gestão. E cerca de 60% acreditam que se refere apenas a criação de novos produtos tecnológicos.

Contudo, para compreendermos melhor o assunto é preciso apresentar os diferentes tipos de inovação. Citaremos algumas das possibilidades de inovação. Há inovações de produtos, tais como H2OH, primeira água gaseificada no mundo e criado por um brasileiro na Pepsi Co, ou serviços como fez a empresa Beleza Natural (1ª franquia de favelas no mundo) ao incorporar o sistema de atendimento do Mc Donald’s, ou seja, padrão nos processos, divisão de tarefas e eficiência. Existem inovações de processos, tal como fez a IBM ao lançar um novo conceito “IBM on Demand” no qual a empresa deixou de vender produtos simplesmente e passou a buscar resolver os problemas dos seus clientes, utilizando-se de conhecimento, hardware e software. Pode-se citar a inovação de percepção, tal como fez os chinelos Havaianas que era um calçado conhecido popularmente como de “pedreiro” para um calçado de celebridades e de pessoas mais ricas.

Gostaríamos de destacar as inovações disruptivas e as incrementais. A primeira se relaciona, em geral, com investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e carecem de esforços contínuo por anos, ou seja, demandam recursos materiais e humanos qualificados e montantes consideráveis de tempo e dinheiro. Os produtos tecnológicos ilustram as inovações disruptivas – as internet, os celulares, os aviões, drones, entre outros. Por outro lado, as inovações incrementais são de baixo custo, sem necessidade de P&D e que se pode desenvolver num prazo de tempo relativamente curto. Podemos citar alguns exemplos.

O Habib’s, maior franquia de comida árabe do mundo, baseou-se no modelo do Mc Donald’s; o China in Box aproveitou a experiência dos norte-americanos com as embalagens até então inexistentes no país; os programas de fidelidade, cupons e vendas coletivas no Brasil se basearam em experiências de mercados mais ricos e desenvolvidos. Em termos proporcionais, as inovações disruptivas, no Brasil, correspondem a algo em torno de 5% e as incrementais 95%, algo que foi constatado por uma importante instituição de ensino e pesquisa.

Mas quais são os principais requisitos para que a inovação aconteça numa micro e pequena empresa familiar? É preciso ter a (i) aceitação do novo e abertura para mudanças; (ii) ter uma liderança que inspire a inovação e o trabalho em equipe; (iii) valorizar a cultura da capacitação e do conhecimento e, finalmente, (iv) dedicação e comprometimento. Ou seja, nenhum dos requisitos exigem elevado investimento financeiro, nem tampouco tecnologias.

Portanto, a resposta à pergunta ao título do artigo é positiva. As micro e pequenas empresas familiares podem inovar. Contudo, o conflito entre gerações num negócio familiar é frequente e inovar nesse ambiente não é algo trivial. O fato é que num mercado cada vez mais competitivo, é preciso fazer mais simples, mais barato, mais acessível, mais charmoso, mais inteligente e com mais valor ao cliente e ao negócio. Inovar é fazer e, sem dúvida, vale a pena começar.

 

Gostou do texto? Curta!

O conteúdo foi útil? Compartilhe.

Compartilhe esse artigo

SOBRE O CEPECAF

O CEPECAF – Centro de Pesquisa e Capacitação da Empresa Familiar tem como propósito dar visibilidade a um tipo de organização de extrema importância econômica e relevância social em nível mundial: a empresa familiar.

O CEPECAF nasceu na FCAV-UNESP, campus Jaboticabal – SP, sob a coordenação geral da Profa. Dra. Lesley Carina do Lago Attadia Galli, docente e pesquisadora da instituição. Atualmente, o grupo vem ampliando sua abrangência, englobando estudantes e pesquisadores de outras universidades brasileiras e do exterior.

A presença do CEPECAF em uma plataforma digital é uma conquista muito importante na medida em que aproxima ainda mais o grupo da comunidade, por meio da articulação de diferentes mecanismos de comunicação e interação junto ao nosso público-alvo.

Certificado pelo CNPq, o CEPECAF realiza diversas de atividades de ensino, pesquisa e extensão, esperando contribuir de maneira efetiva para o desenvolvimento e sustentabilidade das empresas familiares.

Cepecaf - Centro de Pesquisa e Capacitação do Agronegócio Familiar


Endereço

UNESP
Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias - FCAV - campus Jaboticabal
Departamento de Economia, Administração e Educação - DEAE

Telefone

(16) 3209-7259

(16) 99975-0502

Email

contato@cepecaf.com.br